sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

Teoria 1: Espirro

Não sabia muito bem qual teoria postar primeiro. Esperei a Kinna "quebrar o gelo" no Blog, mas ela nunca apareceu. Eu a perdôo pela sua falta de teto.
Enfim, na dúvida do que postar, procurei por sinais, e uma gripe inesperada me fazendo espirrar que nem uma retardada me fez pensar em escrever a teoria do espirro, formulada não lembro muito bem quando, mas dita em voz alta pela primeira vez num bar em que disparávamos teorias uma atrás da outra.

A questão é: pessoas dizem saúde quando querem falar, ou estabelecer algum sinal de comunicação com alguém.

Situação 1: um homem interessante ao lado. mulher tímida. o homem bonito espirra, mulher desesperadamente dispara: SAÚDE!

Situação 2: um debate agitado em uma reunião. pessoas esperando desesperadamente um momento para poder falar. e aí, um alérgio na sala dá a perfeita deixa: sim, ele espirra. e em troca, recebe um caloroso SAÚDE daqueles que estão com as palavras presas na garganta.

É brilhante, mas antes que algum mala venha dizer que mamãe o educou direitinho, digo que essa teoria não se aplica para àqueles que gritam saúde até quando uma pessoa tosse.
Observem, e argumentem!

Bel.

5 comentários:

Kinna disse...

Minha falta de teto foi cúmplice do meu receio em ser a responsável por publicar a primeira teoria no blog. Agora só nos resta a publicidade.

Ju disse...

Eu nunca sei se devo dizer SAÚDE, e, às vezes, quando decido dizer, já é tarde. Então a palavra fica um pouco deslocada.

olha no post disse...

kinna, nao sei se vc ta com o cel, entao vou falar por aqui.
eu vi que dá pra colocar mais de um autor no blog, coloquei nossos emails, daí dá pra assinar com nossos nomes. Olha seu gmail!
E posta logo aqui, sua maldita!
Bjos...

Lucio disse...

Na verdade, a teoria eh aplicavel sim... mas ainda acho q se a pessoa despertou o interesse de alguem q está proximo, este alguem vai estar de prontidao para qualquer oportunidade q surgir. Como por exemplo se a pessoa derrubar alguma coisa, ou tambem, ceder seu lugar, se nao houver mais assentos livres no ambiente em questão... e por aí vai... acho q essas situações todas se enquadram numa teoria mais geral, q seria "esperar uma deixa pra puxar assunto, ou para despertar a atenção de alguém" hehehe

saralsonetti disse...

Polêmico mesmo.. E faz muito sentido. Mas por falar em saúde. As regras de etiqueta dizem que é "falta de educação" falar saúde para alguém que espirra. Pois a expressão além de deixar claro que o espirro foi notado, deixa a impressão de que está faltando saúde à pessoa. Mas no caso das situações descritas, onde o termo é só um pretexto para a aproximação, a etiqueta pode esperar um pouquinho ;) Beijinhus