terça-feira, 11 de março de 2008

Teoria 3: a imposição da vida "a dois".

Depois de longas duas semanas em recesso, resolvi postar hoje uma teoria bem antiga e bem simples. Essa teoria foi elaborada ao longo destes anos em que morei sozinha e, por conseguinte, vivi várias situações como um solitário número ímpar oprimido em um universo onde formar um par é uma imposição.

A teoria: O mundo é feito para duas pessoas. Pessoas "avulsas" não tem espaço para continuarem avulsas. Simples assim. Poltronas de ônibus, mesas de restaurante, carrinhos de montanha-russa, porções de comida, teleféricos, poltronas de trás dos cinemas.

Situação 1: Você está sozinha na fila da montanha-russa do Hopi-Hari. Seus amigos todos não quiseram ir. Você torce para que o lugar ao seu lado fique vazio, mas obviamente isso não acontecerá. Assim que chega sua vez, um indivíduo nervoso e amedrontado é colocado no carrinho junto com você. E você que estava louca para receber uma dose de de adrenalina em paz, agora terá que interagir com o infeliz.

Situação 2: Você está na praça de alimentação de um shopping. Ao sentar à mesa com seu ínfimo almoço, uma família se aproxima e pergunta se pode sentar junto com você, porque não há mais mesas disponíveis. Você, obviamente, se submete com a certeza de que se estivesse minimamente acompanhada, a chance de tal situação acontecer seria potencialmente menor.

Aceito contra-argumentações. Num mundo tão individualista, a imposição de uma vida em pares soa como um deboche.

3 comentários:

Ju disse...

Ah! A Sadia lançou uma lasanha congelada, porção para UM!!!

(MAS, não se acha em todos os mercados :S)

Bel Keppler disse...

você estava sem computador e eu não suportava a idéia de carregar um blog sozinha.
hahaha, estou mais a vontade agora.
só preciso lembrar.

Bel Keppler disse...

E a porção da lasanha Sadia é pra um, mas nem compensa. As coisas que eram para dois e cria a porção individual nunca é a metade do preço. É sempre um real mais barato para compensar comprar o maior.